segunda-feira, 29 de maio de 2017

Os Passarinhos Precisam De Alimento



É fatal como o destino: aproxima-se o fim do ano e o momento de definir as regras para dar serviço aos professores para o novo ano e chegam-nos as maravilhas operadas pelas "metodologias" e "pedagogias" do  sucesso. 
Muitos dados trabalhados para validar o que se pretende provar, provar que fioco é seda. Pena é que não existam ninhos até final da universidade, o ensino em Portugal cresceria 20 centímetros como diz o outro artista.
Há que começar já a mostrar a quem manda que é preciso continuar a dar a maminha. E a apostar sempre em tecnologias de sucesso. Falta uma notícia que mostre os excelentes resultados do TurMamais para compor o ramalhete.
Diz uma das vendedoras do produto que os "ninhos" não implicam investimentos colossais de dinheiro nem nada que não exista já. Na prática, apenas é necessário o dobro dos professores.
Podia ser pior... 

domingo, 28 de maio de 2017

Os Beijos Fazem Bem à Saúde e São Elemento Essencial à Formação de Cidadãos


O professor Luís Costa está completamente errado na abordagem ao tema da alegada homofobia numa escola de Vagos. Mais errado ainda do que teria estado, alegadamente, o tal diretor da escola de vagos se disse alguma frase ou teve alguma atitude de carácter homofóbico. Se disse, hoje já deve ter consciência do erro, o Luís, passado este tempo, ainda não distingue remédio de veneno.
Seja qual for o ponto de vista professor Luís, seja à luz do desenvolvimento pessoal e psicológico dos jovens, seja à luz da melhor e moderna pedagogia, seja do ponto de vista do processo educativo, ou da formação de cidadãos...dar beijos na escola, em casa, na rua não pode ser algo errado. Antes pelo contrário é BOM DAR BEIJOS.
Até na igreja, em plena missa, se dão beijos.
No caso dos beijos e "marmelanços" no ambiente escolar, o que poderá estar em causa é a dose. Mais nada.Tal como é a dose o único critério para destrinçar remédio de veneno.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Educação Para a Cidadania Nas Escolas Portuguesas


O referendo levado a cabo contribuirá para sustentar, não só a minha apresentação de proposta de recondução para o próximo quadriénio, como a própria deliberação do Conselho Geral e daqueles que nos representam se assim considerarem pertinente e significativo

Portanto a senhora diretora:
1-faz um referendo à margem da lei. Melhor seria que lhe chamasse eleição...
2-coloca professores e assistentes ao serviço desse referendo ilegal, e a faltar às suas obrigações profissionais enquanto brincam às mesas de voto
3 - o conselho geral é  constituído por pessoas de vários quadrantes e funções, mas a senhora apenas ausculta os professores e os funcionários. Os restantes não contam para o totobola.
4 - nitidamente, está a condicionar o conselho com o resultado de um referendo às três pancadas. Não deve ter apoio no conselho e faz um referendo (vinculativo?) para procurá-lo fora.
5 - deve ter consciência de que com esta garotice está a descredibilizar os representantes dos professores e dos funcionários no conselho geral
6 - devia levar um cartão vermelho pela ofensa que está a fazer ao órgão que a elege
Quanto ao conselho geral, vamos ver se têm espinha ou se são bolinhas aceitando bem que os encostem à parede

quinta-feira, 30 de março de 2017

Fugi Dos Chuchalistas

Ler Aqui

Portanto, doutorhéldersousa, doutorjoãocosta e doutoraalexandraleitão, a dispensa de serviço é do interesse público e quem paga são os professores que vão ter de fazer a formação e dar as aulas a quem faltarem por estar ao serviço da formação. É assim, não é?